domingo, 28 de agosto de 2016

A última esposa



Deve-se dar importância ao poder da palavra, ultimamente estou vendo como funciona a lei da atração, que vem para você energias conforme é chamada. Se segue alegre tudo flui de acordo, mas se não tiver harmonia, o final pode ser frustrado. Claro que em tudo é necessário empenho e dedicação, mas a maneira como conduz a situação vai determinar o início e o fim.
Quanto às palavras sejam elas ditas para o bem ou para o mal, um ato sem retorno, muitas vezes é melhor levar um tapa e saber que a dor vai passar, do que ouvir certas coisas que vão aterrorizar a mente constantemente, também se ouve coisas lindas e verídicas que geram gratidões eternas.
Agora, falando da última esposa, depois de tantas tentativas de ser feliz, ele levou mais uma para o juiz declarar a união oficial.
Jurando ser a sua última esposa, um juramento que o universo acatou como certo. Mesmo quando se fala o que não sente são atraídas forças invisíveis ao olho nu, mas de um poder imenso, que faz máscaras caírem e ações benignas serem exaltadas.
A falsidade existe, mas jamais reinara, sempre vai deixar um rastro perceptível. Surpresas do destino acontecem a todo instante.
A última esposa não conseguiu segurar o pássaro rebelde, enquanto o ego prevalecer o amor e a paz cansa e recua.
Tudo nessa vida é um conjunto, ninguém vive só, é possível conviver com as diferenças.
Em um relacionamento se brotar o sentimento de posse os corpos se separam rapidamente.
O respeito foi proposto e uma vez aceito, uma mancha acaba com o paraíso sonhado.
O Senhor Deus declarou: "Não é bom que o homem esteja só; farei para ele alguém que o auxilie e lhe corresponda".
Então foi feito um alguém, e para isso também foi deixado o livre arbítrio, não para fazerem trocas por impulso. Existem etapas que puladas ou seguidas fazem toda diferença.
Tudo leva o precioso tempo em consideração, namoros, noivados e enfim o matrimônio. De livre espontânea vontade, escolheu e prometeu até o fim dos dias.
A alma gêmea não significa encontrar outro eu. E sim dividir e compartilhar uma vida a dois. Mas cada um tem seu entendimento, e a meu ver, quem é egoísta, não consegue se firmar, pula de galho em galho e nenhuma árvore suporta, por melhor que ela seja.

E ela foi a última esposa oficialmente, depois de um tempo vagando, as forças se esvaiu, as doenças tomaram conta, recentemente hospitalizado, antes de dar o último suspiro, pediu perdão a Deus, sentia que estava indo com muitas contas a pagar. Entre os sussurros dizia que se o tempo pudesse voltar, teria tido mais paciência e teria criado seus filhos, perdão... Ela foi, mas não fiz dela minha última esposa.

sábado, 27 de agosto de 2016

O filho especial



  Realmente acontecem muitas coisas em nossa vida que não conseguimos entender.
Todo ser humano pede e espera filhos saudáveis e perfeitos. Mas às vezes não vem como gostariam. Uns não aceitam e rejeitam, alguns os parentes adotam e cuidam com amor. Outros são abandonados à própria sorte.
A vida nos reserva muitas surpresas e nem sempre vamos estar preparados para elas. Mas há momentos que pedem escolhas imediatas e a reação do ser humano fica nítida, na maioria das vezes se perdem na realidade, que aparentemente é vista como dura e cruel.
Pais que se refazem, após receber a noticia do médico que seu filho será especial por genética, ou aquele que nasceu saudável e de repente convulsionou, e, nunca mais vai ser igual. Uns aceitam e doam suas vidas, passam a viver por e para eles.
Mas infelizmente tem um número generoso que interfere a perfeição deste mundo. Pais e familiares que não aceitam os filhos pelas limitações apresentadas e pelo trabalho que acham que vão dar.
Essa que vos escreve não tem filho sanguíneo especial, porém tem aqueles que a deixaram apaixonada e a fez refletir sobre o assunto.
Costumo dizer que algumas coisas só sabem quem passa. Mas quem teve o privilegio de conviver, conhecer filhos especiais pode dizer e relatar com certeza.
O filho especial veio mesmo para transformar a vida da família. É natural que peçam filhos saudáveis e perfeitos.
Mas o que será que vemos como perfeição?
O filho especial não tem vícios e toda hora que você procurar vai saber onde está. E a maioria daqueles que veio ser a menina dos olhos, sempre faz alguma coisa que desmorona o planejamento familiar. Mas nem por isso vão ser excluídos da família.
Então fico aqui refletindo e indignada com quem menospreza um filho especial.
Graças a Deus implantaram a lei da inclusão social, por Deus! Isso seria algo que deveria ser natural. Mas se o próprio familiar rejeita e faz vista grossa, o que esperar da sociedade em geral?
Há quem diga que é fácil falar quem não viveu. Sobre esse tema não é fácil, pois é muito amplo. Conheço historias linda de mãe que optaram por dar a luz, mesmo sabendo que o bebê não teria chance de sobreviver, milagres acontecem e vivem por anos, tornam a alegria e uma benção na vida de todos.
Também há quem chega ao extremo, recusam chegar ao final da gestação, ou chegam e se negam a ver o rostinho.
Um ser que teve contato com o amor verdadeiro e incondicional se casou com um filho especial, teve filhos saudáveis e perfeitos com ele. O tempo foi passando e a família tinha posses, nunca acreditaram naquela união. Até que um dia a mãe profetizou a separação e a mesma aconteceu, um divórcio pago por ela.
Frente ao advogado a mãe fala exaltada: Meu filho é capacho dela, um empregado doutor. Quem visse a cena acreditaria.
Mas, quem via o casal e os filhos juntos, de longe era notado que o amor era reciproco.
Deus em sua perfeita sabedoria coloca anjos na nossa vida que não entendemos as razões, mas ele sabe do nosso merecimento.

Todos os filhos sempre vão serem importantes, mas o filho especial, ele mais doa do que recebe.Se você acha que sua vida está ruim. 
Olhe nos olhos de um filho especial, você vai se encontrar rapidamente.



terça-feira, 9 de agosto de 2016

Suicídio desnecessário


  Quantos jogaram sua vida fora porque não aguentaram a pressão da sociedade. Depressão também vem matando lentamente, e normalmente é provinda de uma fraqueza incontrolável, onde o ser não consegue lutar contra as adversidades que surgem e infelizmente não são poucas.
Em qualquer área que escolher atuar, com toda certeza vai se deparar com ninhos de cobra, veneno fatal. Mas também vai encontrar anjos que vão ajudar na defensiva. Como nada é eterno, todo cuidado é pouco, enquanto o anjo dorme o veneno é disseminado em velocidade máxima. E às vezes pega de surpresa, e desarmado é sempre uma presa fácil, porque o bom não acredita que existe tanta maldade.
Então se entrega e cede, absorvendo naturalmente, o corpo sem defesa não reage. E assim o mal aparentemente vence.
Quantas vidas vão para o cemitério devido um mal causado por colegas de trabalho, por não suportar o término de um relacionamento.
Suicídio desnecessário pode parecer que não há justiça. Mas ela existe, agora vejo que ela gosta de chegar de surpresa. Às vezes me corta o coração por constatar que um inocente sofre por consequências de ações de alguém, sofrimentos compartilhados, mas a dor é única.
Você pode induzir alguém a tirar a própria vida. E lá na frente, em um caminho não muito distante, pode-se deparar com a lei do retorno e implorar pela vida de alguém que ama tanto e será em vão.
Suicídio desnecessário reflita-se. Será que vale a pena fechar os olhos para sempre, por coisas banais?
Nós somos amados por alguém que nos valoriza pelo que somos e não pelo que temos. E para cuidar da nossa vida sem o nosso consentimento isso é fato que sempre vai ter muita gente.
Agora cabe a cada um ter o discernimento e coragem para enfrentar tudo. Outro dia me falaram que também é preciso coragem para tirar a própria vida, eu posso até concordar, mas acho um absurdo ser corajoso e agir brutalmente contra o seu maior tesouro que é a vida, e não lutar para defendê-lo.
Olha não costumo julgar ninguém, mas gosto de refletir sobre alguns aspectos, ainda mais em relação à vida que é um diamante de vidro frágil demais. Toda tempestade tem inicio e fim, e no meio dela qualquer coisa pode acontecer. Agora entre a vida e a morte, é você e nada mais. Lágrimas e arrependimentos não ressuscita ninguém. Pense bem antes de fazer uma loucura dessas, quantos lutando para viver e perdem a batalha.
Enquanto há vida há esperança, não desista da sua, por mais difícil que ela esteja, são momentos, são fases, não perca esse bem precioso tão fácil assim.

Mesmo que sua dor passe despercebida, se ame mais, você pode. Lembre-se que até as rosas lindas como são... também carregam espinhos.

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Guarda compartilhada

     
 Cada um escolhe seu caminho, nos dias atuais é difícil o lugar que ainda é escasso os meios de comunicação, raro a sonegação de informações. Então muitas coisas a gente não consegue entender como acontece.
Coisas que não precisariam de leis ou chegar a um tribunal para serem resolvidas.
Guarda compartilhada, porque não? Se sua união não deu certo, sua vida continua e outro alguém logo encontrará. Mas uma criança não retorna para o lugar de onde veio, e também jamais virá ao mundo sem a junção de dois seres. Também se você teve seu filho por descuido em um encontro eventual, ele não tem culpa dos seus atos impensados.
Quanto à responsabilidade não é só de um. E a vida de uma criança não se resume apenas em pensão alimentícia, valor grande ou pequeno não é só essa a necessidade básica.
Criança quer amor, carinho e principalmente paz. O fato de não ter os pais vivendo juntos, não afeta tanto o crescimento e o desenvolvimento da mesma. O que detona mesmo é a guerra imposta. Onde essa criança sempre vai ser colocada como alvo. Tudo vai afetar e deixar marcas irreparáveis.
A principal busca do ser humano é a felicidade, então não entendo porque andam privando os inocentes de serem felizes.
Pai e mãe, eles querem tê-los vivos. E a guarda compartilhada é um meio excelente que criaram para ajudar a manter o vínculo. Nós sabemos que quanto mais perto ficamos de alguém tão especial assim, o amor e a proteção só crescem. E a paz vai reinar sempre.
Infelizmente a justiça tem que intervir na maioria dos casos, mesmo com processo finalizado as partes não conseguem se entenderem.
Antigamente homens fugiam das suas responsabilidades e mulheres abandonavam seus filhos. Vi uma vez uma carteira de identidade sem o nome do pai, eu tinha dezessete anos, levei um susto e fiquei pasma, a menina estudava comigo, então, depois criei coragem e perguntei para ela, porque não tinha o nome do pai dela, ela respondeu que ele deixou sua mãe gravida e foi embora para outro estado e nunca mais voltou. Ela disse que nunca iria ver o rosto dele e que era difícil dormir com esse pesadelo.
Guarda compartilhada mesmo com a lei atuando a favor do bem estar da criança, do acordo, da convivência, da paz. Não estamos livres de ver as barbaridades que fazem com a mente das crianças.
 Filme triste que ainda se repetem com frequência. Pais, mães e famílias ainda abalam a cabeça do inocente, colocando contra um ou outro. Se esta com o pai não são para gostar da mãe e do padrasto, se esta com a mãe acontecem o mesmo. Outro dia fiquei sabendo que ainda tem gente que prefere registrar o filho sem colocar o nome do pai, alegando que não quer ser incomodada no portão. Será possível isso? Nos dias atuais? Fico indignada. Antes de fazerem uma burrada dessa se coloca no lugar.
Guarda compartilhada há exceções, acordo de paz e a vida segue em harmonia, filhos felizes. Independentes e definem bem que o amor dele é dos dois.

E pais que valorizam a amizade, porque sabe a importância que tem ao olhar do amor principal.

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Mesmo machucada

    
Tentei muito fugir, isolei-me por muito tempo. Não queria mais me envolver com ninguém. Difícil acreditar novamente.
Sempre acreditando no amor, coração decepcionado prometeu não amar mais.
Dentro do seu silencio caminhava, e aonde ia não passava despercebida, mas recuava. Tinha certeza que não ia mais se entregar.
Em uma noite linda, angustiada abriu a janela e ficou olhando o céu estrelado, a lua tão cheia parecia que estava ali bem pertinho. Não resistiu foi para o jardim. Ouviu a campainha tocar, mas sua mãe atendeu.
Admirando a magia do universo concentrada em tamanha beleza. Foi surpreendida com alguém te tocando e sussurrando seu nome.
Emocionada com aquela visita que há muito tempo insistia em vê-la. Ficou surpresa com a ousadia daquela presença atrevida que adentrou sua residência sem convite. Pedindo desculpas pelo atrevimento, mas também confessando que já estava cansado de esperar por uma oportunidade para conversar.
Olhos dela arregalados e lagrimejando com tudo aquilo que estava ouvindo.
Meu coração está explodindo, não ia conseguir ficar mais uma noite sem saber até quando vou amar sozinho. Não tentei te esquecer, porque eu amo você e sinto que pode me amar também. Não precisa dizer nada agora, me desculpe, mas eu precisava confessar meu amor. Já tive sonhos perdidos, mas você é muito importante para eu fingir que não vejo.
Ainda machucada tive que buscar forças e tremendo me movi, olhei para o céu, como se visse os anjos em festa, até as estrelas bailavam para mim. Senti a lua na palma da mão.
De repente o silencio é quebrado com o vizinho cantando, ensaiando seu numero para o dia dos namorados.
Posso dizer que foi a gota de água, ele segurou minha mão e começou dançar, logo me pegou no colo e rodou-me.
Meus pais torcendo pela minha felicidade, não interromperam, mas senti os olhares deles escondidos. Quase amanhecendo. O dialogo se apresenta e não consegui mais segurar as lágrimas. Abraçados ele pergunta baixinho, o que você quer agora meu amor? Eu já disse tudo, e você sabe o que já fiz para chamar sua atenção. Sei muitas coisas de você. Por muitas delas é que me apaixonei, minha pequena. Mas depois dessa noite, a noite mais linda da minha vida, não quero ir embora sem resposta.
Pensei que tudo aquilo era sonho, mas foi tudo real, então a voz quase não saiu, ele me acalmava e olhava com ternura, com a voz trêmula disse: Ainda machucada, tenho medo. Já sofri demais. O que vou fazer se acontecer de novo?
Meu amor entende sua dor, já tive as minhas. Estou aqui só para você. Não vai acontecer de novo. É amor verdadeiro que estou oferecendo a você... E aos filhos que vamos ter em breve, isso eu sei que você também quer.

Mesmo machucada, uma declaração de amor, uma pagina, outra historia, que o passado não vai impedir de ser escrita.

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Deixei o amor entrar

Estou deixando o amor entrar meus olhos verdes, sei que  tudo é novo para esses dois corações que já sofreram tanto, mas agora que você me mostrou que é possível amar de novo.
A solidão disse adeus. Aceito sua proposta e abraçando a felicidade vamos matar a vontade, e abandonar a dor da saudade.
Nunca imaginei que o desejo podia me alucinar tanto assim. Seu sorriso lindo, seduzindo e me fazendo sonhar acordada, nos permitido ficar cada dia mais juntos.
Uma calma nunca sentida antes, um encontro de almas, um rio nos cobrindo e banhando nosso ser. Curada as feridas, eu aqui chegando ao céu, com o calor do seu corpo, e a vida com sabor de mel.
Já fazia tempo que eu não dava importância, mas nos entendemos. Você não desistiu de mim. O amor foi paciente, o tempo agiu e me trouxe para seus braços.
Nós apaixonados e vivendo os melhores momentos, não foi perdido ter nos retirado um pouco do cenário. Uma nova vida, estamos felizes, cientes que daqui para frente só depende da gente.
Maravilhoso encontrar a paz em alguém tão especial, que estava há muito tempo ali, e eu fingia não ver para não me entregar. Cheguei a pensar que era demais para mim. Que ironia, meus olhos verdes insistia silenciosamente, mas também pensava que seria demais, nossa união.
 Destino traçando nosso caminho e obrigando o encontro, olho no olho, foi impossível não ceder. Meu coração gelou e mesmo assim parecia que ia sair pela boca.
Hoje sol da minha vida só quero estar com você, reconheço as loucuras que já fez por mim, sabia como andava meu coração, compreendeu, lutou e agora não quero te perder meu sol de olhos verdes, que aos poucos me conquistou e o melhor de tudo, rimos dos feitos, tudo ficou pequeno.
Muito diálogo, cumplicidade e flores, cada segundo algo novo e bom acontece, nos deixando mais felizes.
Gostoso demais ouvi-lo dizer que nunca foi tão flexível como esta sendo comigo. E eu nunca vivi dentro de uma paz inexplicável como essa. Harmonia que nos faz tão bem.
O amor fluiu e o coração bate forte e eu necessito ir ao seu encontro.
Não sentimos falta um do outro, há tanto entendimento e sintonia que nos sentimos mesmo longe.
O melhor que gosto de ter, às vezes não creio que resolvi te querer e tentar... Meus olhos verdes, meu sol, me fez renascer, só me faz bem, não estava nos planos, não imaginava que podia estar nos teus braços, descobrindo-me cada segundo dentro do teu olhar cheio de ternura. Sorrindo seguimos, delirando com tudo novo, olhando o céu, só queremos agarrar essa chance.
O universo está nos brindando com o melhor da vida, o amor e a oportunidade de vivê-lo sem culpa. Livre somos.



quinta-feira, 28 de julho de 2016

Viver intensamente

     


Refletindo sobre viver intensamente, pouco assustada com a visão deturpada do viver com intensidade.
Não sei onde está escrito que viver intensamente é quebrar todas as regras, acabar com valores primordiais.
Realmente estou encabulada... Seres pensantes, afirmando que a vida é curta e não há tempo a perder e seguem perdendo.
Fico fazendo minhas perguntas, não tenho todas as respostas. Mas é difícil entender como muitos caem em contração, confundindo a intensidade de uma viva saudável, com a promiscuidade, caminhando em círculos, ainda falam de amor, mas na verdade nem o conhecem.
É possível viver intensamente e feliz com tesouros sólidos, não vi ainda alguém feliz se aventurando de galho em galho. Uma satisfação passageira. Um ser frustrado, não consegue se afirmar. Complexo de inferioridade que atua com força e não se deixa curar.
Navegando nos mares da imaginação e da vivencia, temos asas invisíveis que nos levam a mover montanhas. A vida lhe dá de presente o livre arbítrio, livre para fazer suas escolhas, mas também livre para receber punições cabíveis.
A questão que tudo é permitido, mas pode quebrar as asas e não conseguir retornar. Um dia a percepção chega e vai querer voltar, porém não haverá volta. Fronteiras vão existir e a própria consciência cria no decorrer do trajeto.
A vida ensina o que é viver intensamente, mas os rebeldes se recusam aprender, depois rogam piedade.
Fascinação sem controle para se aventurar nas ilusões. Costumam dizer que é bobagem se preocupar com futuro, e para que ficar amarrado a alguém se dentro da sua liberdade pode ficar com inúmeras pessoas.
Vivendo intensamente de um jeito estupido, realizando desejos. Entra e sai machucando corações. 
Depois com medo roga misericórdia de Deus.
É visto a dura realidade de seres com seus egos a todo vapor falando mais alto. Mas tem hora que desviamos o olhar, para não ser notada nossa pena. Julgamentos não fazem parte deste texto, apenas exemplos vivos que me levaram a reflexão.
Cheguei à conclusão que vale a pena seguir os bons exemplos, e se valorizar não significa perder tempo.
Alguns vão te taxar de santa e até se afastam, por entenderem que não está adequada ao grupo. Mas a lei do retorno chega de surpresa, e, no final a gente vê o que realmente valeu a pena.
O recomeçar sempre faz parte da minha vida, mas não quer dizer que eu precise fazer outros planos, ou ter outros sonhos, ou reescrever minha historia.
Posso viver intensamente floreando meu jardim, cultivando o que já plantei, e não preciso corromper minha essência.

Você também pode viver intensamente, a escolha é sua, afinal ninguém vai se livrar de pagar a conta ou deixar de receber o prêmio merecido. 

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Amo escrever

Amo escrever... Maravilhoso dom que Deus me deu. É assim que eu vejo. Desde criança já sentava na calçada para escrever, não podia perder aqueles textos que se apresentavam prontos na minha mente. Parava nas lojas pedindo papel e caneta, quando os mesmos me pegavam desprevenida. Lembro-me também que já escrevi com a luz da lua e de velas. Escrever é algo mágico, uma magia que toma conta da minha vida tornando-a mais bela. E hoje sou feliz por ter me realizado como a Poetisa dos Sonhos. Claro que não posso parar de buscar e conquistar mais sonhos. Mas, meu prêmio principal já ganhei. Ganhei meu Livro solo: Risos e lágrimas. Concurso de edição de livros da Academia Araçatubense de Letras. Muito feliz sigo com a máxima da vida cumprida. E não creio que para ser poeta a vida dele tem que ser triste.







quinta-feira, 21 de julho de 2016

Ela e o elevador


Dois rivais, que após um susto, resolveram fazer as pazes, uma inimizade e antipatia que vêm de anos. Ela o temia tanto que já chegou subir e descer vários degraus com a língua de fora, mas não se rendia. Por necessidade e obra do destino, ela ficou sem saída, precisava ir até o decimo segundo andar, não podia recuar. E lá vai ela enfrentar as escadas, quando chegou ao sexto andar, já estava exausta, então parou na frente do elevador e pediu para um rapaz acompanha-la, ele brincou, entrou e ia saindo, ela o puxou pela camisa e o colocou para dentro, ele fechou a cara, depois riu. Assim ela chegou ao destino, fez o que tinha que fazer e o drama se repete. Hum, não pensou duas vezes, sai correndo como uma louca desvairada, desce desesperadamente, mas estava escuro, começou a tremer, as vistas embaçaram e não conseguia mais dar um passo.
Uma luz acende lentamente e seus olhos estão à frente do terror. Cara a cara com o elevador, ele e ela, ali, parados, ela já havia se jogado no chão, canseira e medo. Arrastando e esticando o braço, ela abre a porta do mesmo. Lentamente entra e ele começa a descer. Após dois andares, o mesmo para subitamente.
A boca não consegue abrir nem para gritar. Ela, sem saber o que fazer, olha o celular que está no bolso e, tremendo, não tenta pegar. Cinco minutos presa ali, parece uma eternidade, ela não sabe se chora ou sorri. Pois o pior dos pesadelos já estava acontecendo. Sentiu um calor subindo pelo corpo e parecia que ia direto para mata-la asfixiada.
 Também teve a sensação de impotência e nudez. Sem forças, encosta a mão na porta e levemente bate, o anjo do lado de fora ouve. Vem correndo e dizendo: acho que tem alguém preso no elevador. E logo vem o socorro. Nos braços daquele anjo sai carregada, e logo se restabelece. Depois de muito tempo de reflexão, entendeu a lição, às vezes temos medos de coisas que nunca vão nos fazer mal, nos protegemos tanto, às vezes perdemos tantas oportunidades pelo simples medo de enfrentar a realidade.
Hoje ela já consegue entrar nele, conseguiu equilibrar o medo e acredita que nada acontece por acaso. Foi mais uma lição que aprendera, cinco minutos com seu corpo inerte e a mente acelerada, fez com que visse muitas passagens, lembranças que reviveu e um filme da sua vida assistiu. Onde pôde ver e constatar com seus próprios olhos. E agora tenta descrever e transmitir. Não espera ser ouvida por todos, mas não desiste de plantar a semente.
Ela e o elevador agora se entendem até por telepatia.

Na maioria das vezes que ela necessita do mesmo, ele aparece, claro que ela não resiste e sorri. Mas dentro de sua sensibilidade, ela não consegue viver algo, ter suas respostas, e guardar só para si. Instinto protetor necessita compartilhar e tenta alertar... Não desperdice seu tempo, medos e obstáculos deve saber que você é um ser pensante. Propenso a errar, se equivocar, mas também totalmente capaz de reconhecer e corrigir seus erros, admitir que não é perfeito, mas que é corajoso o bastante para recomeçar com dignidade.

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Em busca de ilusões


   Temos muitos exemplos de fatos reais, em que já é sabida a existência do livre arbítrio. Mas também ninguém é enganado. Já crescemos orientados que todas as nossas escolhas têm um preço. Seja para o bem ou para o mau. Uns preferem não ligar para as regras. E caminham conforme seus anseios. Infelizmente pisam em muitos espinhos, mas nem tudo se perde. Outros fanáticos seguem a risca o alfabeto, também se encontram com frustrações. Encontramos exceções que conseguem equilibrar as coisas.
Em busca de ilusões vão seguindo aqueles que não querem saber de nada, se acham donos das razões, vão quebrando a cara e achando bonito  seus feitos. Nunca conclui nada e mesmo assim a soberba prevalece. Dignos de pena, sempre encontram anjos que lhe estende a mão, inúmeras  vezes em vão. Segura quando não aguenta mais, pouco restabelecido, solta de novo e orgulhosos seguem.
A vida é muito bela, porém uma beleza muitas vezes desprezada, mas ela não desiste tão facilmente, luta para ser amada, ela sabe que já veio com hora marcada para partir. Mas até nisso muitos levam na brincadeira, não acreditam que em questão de segundos tudo pode acabar.
Nos dias atuais vemos lágrimas que correm desesperadas, arrependimentos e muitos lamentos. Um passado que não volta, uma historia que deixou de escrever e agora impossibilitado... O tempo cessou.
Em busca de ilusões deixaram de viver a realidade que os brindou com tudo que há de melhor nessa vida. Não valorizaram o que tinham. Perderam tudo. Ilusão que destorceu a felicidade.
Caminharam a vida inteira correndo atrás de um nada.
Ouvir os conselhos de pessoas mais velhas ou de alguém que tanto nos ama, é diferente, não pode confundir com opinião alheia. Nesse momento é preciso ter o discernimento. Quem te ama não opina, apenas alerta. Opinião alheia para quem não sabe, é aquela que chega sem ser chamada.
A realidade pede passagem, sonhar é preciso. Mas viver sem sofrer é um premio muitas vezes conquistado pela obediência.
Podemos satisfazer nossas vontades, claro que sempre lembrando, que tudo me é permitido, mas nem tudo me convém.
Mas, para quem segue em busca de ilusões não se importa com isso. Então continua na ignorância. Perdendo a moral, se vangloriando com coisas inúteis e passageiras. Não tem vínculos, até os frutos que vingaram, foram soltos ao vento.
Infelizmente não podemos mudar o mundo, e quando o ser humano quer seguir conforme acha que deve, serão mais  lágrimas que veremos, corações dilacerados, caminho sem volta.

Em busca de ilusões, a única certeza é um  triste fim no deserto. Quem não cria raízes, o vento leva com  extrema facilidade 

terça-feira, 7 de junho de 2016

Declarando meu amor

Quero dizer que eu te amo
Sinto meu coração bater forte
Dependente do seu amor
Junto de ti quero estar

Muitas coisas são enganos
Reconheço que me ausento
Peço perdão...
Estou aqui te amando muito

Sou sua filha imperfeita
Mas é o único que adoro
Felicidade eu tenho contigo
Eu te amo e ainda vai me ouvir...
Vou cantar para ti, meu Amado Jesus Cristo.





terça-feira, 31 de maio de 2016

No corredor da esperança

              Um dia vi uma cena que me deixou muito impressionada, não tenho o hábito de questionar Deus sobre as coisas que acontecem.
Muitas vezes penso rápido e me pergunto: como pode seres tão indefesos sofrer tanto? Por outro lado também estive em contato com muitos adultos com doenças incuráveis.
Não é de hoje que as pessoas vão em busca de recursos, sofrem com a doença e com as dificuldades em receber atendimento adequado. Feliz daquele que consegue adentrar um hospital a tempo de ser salvo.
Minha alma chora, ao constatar o quanto pode ser triste o fim de um ser humano, criança ou adulto, males que não escolhe idade e nem classe social.
Também já tive a oportunidade de ver médicos correndo contra o tempo para salvar vidas. Momentos emocionantes e únicos que não saem da minha mente. Profissional que passa a noite em claro esperando o resultado, torcendo para que abra os olhos e que o coração volte a bater.
Em tudo nesse mundo pode haver falhas, defeitos, erros irreversíveis. Mas quando acontecem os acertos, vitorias considerados milagres. Parece que desaparece rapidamente da mente das pessoas.
No corredor da esperança, cada segundo um flash, e todo tipo de emoção acontece. Uns vibram de alegria, um parente, um amigo, uma vida renasce.
E eu me viro de lado e meu coração quer explodir e os olhos derramar lágrimas. Seres desesperados que recebem a noticia que alguém não resistiu à cirurgia e se foi. Nessa hora eu não queria estar ali, eu senti todas as emoções cabíveis, e cada dia que passa, sigo tentando melhorar meu ser.
No mesmo instante que tento fugir da minha realidade, vêm anjos que me abraçam tão forte e sussurram ao meu ouvido.
Você foi perfeita, por mais que sofra dentro de sua sensibilidade, nunca foge da luta, às vezes é pega de surpresa em algumas situações, mas enfrenta, nunca fica inerte.
Então, eu me refaço, sinto mesmo a presença de Deus e tudo flui como deve ser. Tem gente que diz que não escolhi, e sim, fui escolhida, para presenciar e participar do corredor da esperança.
Infelizmente nossa vida não é feita só de alegrias, enquanto você está com saúde a historia é uma. Mas se fica doente na maioria das vezes e dependendo do caso, a página é rasgada, e uma nova etapa começa.
Fico pensando, como a vida pode mudar em questão de segundos, poucos têm consciência de prevenir quanto algumas patologias, muitas delas adquiridas pela opção de rotina que cada um escolhe. Muitas patologias antes, que era separada por idade, hoje não mais. A qualquer momento pode surgir uma surpresa indejada e o desespero é grande. Não adianta se revoltar.
A revolta não faz reverter o quadro e por mais forte que seja, infelizmente já é certo, que não vai acabar bem.
No corredor da esperança, fico o tempo todo em conecção com Deus, para aliviar o sofrimento de ambas as partes, de quem fica e de quem vai. Gritos dolorosos de tamanha tristeza. E gargalhadas quando venceu a tempestade.

No corredor da esperança, me emociono e choro, é inevitável não sentir dor e alivio. Compreendo e vejo o inicio e o fim. E sempre peço... Muda de vida, para não se perder.

quarta-feira, 25 de maio de 2016

A velha estrada

Quantos enganos
Aventuras desnecessárias
Se espetando nas ilusões
Não sai do lugar

Mata as raízes
Escolheu ficar vagando
Sensações passageiras
Prazeres e acaba vazio

Abraços de momentos
Adormece só
Pegando atalhos...
E a velha estrada, bem ali.


Silencio precioso

Eu posso fazer muitas coisas
Inclusive esquecer você
Não precisa dizer por aí
Se conseguir guarde para você

Nunca vai saber como é...
Amar e ser amado de verdade
Anda desnorteado, vive  perdido
Uma estrela opaca

Na madrugada acorda chorando
Só sabe pedir amor
Mas se nega retribuir
Fica sem respostas... Silencio precioso



terça-feira, 24 de maio de 2016

Uma dose de prazer

Uma noite, apenas momentos
Um toque no passado
Ninguém sabe a razão
Até o coração está indeciso

O brilho no olhar
Esperança que renasce
O corpo se entrega com paixão
Abraçados só lembram de amar

Uma viagem feliz
O dia amanhece mais belo
Não dizem adeus
Uma dose de prazer... E nada mais.


domingo, 22 de maio de 2016

Não quis ouvir

Só queria esclarecer as coisas
Quando acredito luto
Até procuro conversar
Não gosto de duvidas

Tentei, agora sigo em paz
Não espero mais nada
Sem promessas
A vida continua bela

O tempo está passando
E tirando você daqui de dentro
O amor veio falar...
Não quis ouvir.









terça-feira, 17 de maio de 2016

Solitário

Enquanto podia abusou
Idade chegou e agora?
Destino responde...
Teve chances demais e recusou

Deixou ir embora
Todos os amores
Recusou ceder, jogou tudo fora
Tão seguro de si, fez sua opção

Hoje limitado, queria segurar uma mão
Queria um afago
As lágrimas caem
Solitário e arrependido morreu.



Agora é assim

Abri os olhos
Não é questão de desistir
Já conheço você
Não vai mudar mesmo

Difícil dizer sim...
Pensar em nós, não consigo
Acreditar em você?
Já tentei, desculpe

Ainda não sei o que vai ser
Mundo que dá muitas voltas
Não posso descrever o que vejo
Agora é assim, apenas observo.


sábado, 14 de maio de 2016

Foi brincando

A chama apagou
Os olhos se perderam na escuridão
Caminhando e pensando
Amanheci, despertei-me

Lembrei de como é amar
Toquei-me, senti dor e alivio
Coração acelerado e decidido
Veio-me o entendimento

Achou que já tinha  ganho
Não valorizou, vai pagar o preço
Infelizmente acabou nossos sonhos
Foi brincando que perdeu o amor



Último beijo



Enquanto vivia na indecisão
O tempo foi passando
Lembranças boas arquivadas
Um novo amor sondava

Destino desisti de unir
Cria coragem e liberta
Ela livre acredita que pode
Corre alegremente


Chega ao encontro
Linda, elegante, cheirosa
Decidida... Beijou
Alguém escolheu ser feliz comigo
Este é nosso último beijo, adeus     








quarta-feira, 11 de maio de 2016

Você não sabe

Penso que a estrada é longa
Mas o fim é certo
Seria mais leve, se dividisse a bagagem
Não se acha capaz...

Anda em círculos, não vê que errou
Segue cheio de enganos
Faz confusão, não aceita  ceder
Sempre quer ter razão

Complica demais
Perde-se nas lembranças
Nega que ama
Você não sabe... o quanto está  perdendo.




Ficou nos meus braços

O encontro foi inevitável
Até o vento soprou a favor
Olhares confessaram
A boca só queria beijar

Tentaram ir embora
Mas os lábios colados
Abraços apertados
O corpo só pedia amor

A saudade e o desejo
Unidos e sem arrependimento
Ainda fazem muitos planos
Momentos lindos... Vivemos
Ficou nos meus braços.





Amar alguém

É chegar nas  nuvens
Tocar o céu
Sentir envolvida por anjos
Algo tão sublime

O coração acredita no amor
Embarca de corpo e alma
Viaja nos sonhos e na fantasia
Sentimento que flui e comanda o voo

Não espera o fim
Simplesmente ama
Uma entrega única
Amar alguém é ir além...
Feliz caminha.



segunda-feira, 2 de maio de 2016

Quebrando a cara

Não posso crer, mas é real.
Infelizmente não consegue perceber
Faz de tudo, muda a todo instante.
E vive solitário...

Doença que não sara
Pegando atalhos, pensa que sabe.
Não consegue definir o que quer
Perde-se tempo, cheio de enganos.

Coração aflito... Perdido
Já não sabe mais onde morar
Solidão, saudade, vazio.
Quebrando a cara, sempre machucado.


Cruzando os braços

Gosta de brincar, ferir, machucar.
É difícil acreditar, mas constatei.
Enganou-me, não sentiu nada.
Foi preciso ser forte

Sorte a minha
Coração prevenido
Não se entregou, foi esperto.
Pressentiu que mentia

E a vida segue
Pode ouvir falar de mim
Cruzando os braços, fico na plateia...
Assistindo a próxima peça.