terça-feira, 21 de março de 2017

A cama mais cara


A cama mais cara
A vida continua surpreendendo, segue com seus ensinamentos, mas infelizmente poucos têm o discernimento para aceitar o aprendizado. Algumas pessoas ainda preferem exaltar que preferem pagar para ver. O pior vem depois, quando constatam o preço se arrependem, choram, gritam , quando já é tarde demais, chamam por Deus e imploram socorro.
A distorção dos valores e do livre arbítrio, onde a liberdade está indo muito além, chegando a deixar nossos olhos em duvida, se foi real ou pesadelo.
Nada fica impune nesta vida, aparentemente a gente pensa que não há castigo para tanta maldade. É que muitas vezes não chegam ao nosso conhecimento, e tem horas que isso é até bom.
A cama mais cara é usufruída por todos aqueles que ignoram a beleza da vida.
É nessa hora que toda soberba vem abaixo.
Sinto a dor da certeza, vidas inocentes em situações de risco, lutando com todas as forças para sobreviver. Muitas vezes lutas em vão.
A cama mais cara esta cada vez mais em destaque, e usadas por um período prolongado. Às vezes tentamos fugir da realidade. O corpo fica ali estático e se corroendo lentamente, patologias ou acidentes que o deixam na carne viva.
Uma guerra entre anjos e demônios. Nessa hora o ser humano implora para Deus abrir as portas do céu e mandar uma chuva de bênçãos e milagres.
A cama mais cara pode ser encontrada no material de melhor ou pior qualidade, o fato que a torna impossível de venda é que o dono dela não pode deixa-la ir. Todo dinheiro do mundo não faz transferências de doenças incuráveis, e na hora do acerto de contas também não há substituto, amigos podem até terem algum tipo de emoção, mas uma situação delicada como essa, não há o que fazer apenas aguardar o milagre de Deus e no tempo dele.
É de nossa natureza termos pressa, dependendo da situação segundos nos parece uma eternidade, no quesito chamando vida então... E ainda fico muito triste em saber, que enquanto uns estão fazendo uso da cama mais cara outros desistiram de viver e obrigaram seu corpo partir sujando as mãos com o próprio sangue.
Estamos vivendo em um tempo que a pessoa vale pelo que tem, é pregado o amor, mas está cada dia mais raro encontra-lo. Hoje em dia a gente vê muito que a durabilidade do amor depende das condições vividas.
 Convém-se ou não a ambas as partes. 

Todo o tempo é alertado a respeito da lei do retorno, poucos creem. E assim a vida continua seguindo e avisando que tudo é permitido, mas tem ser inteligente o bastante para ter a certeza do que realmente convém. 
Na hora que mais precisar vai estar sozinho.
 Deus é o único que não abandona ninguém, mas ele sim é abandonado e trocado por pequenas coisas.