quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Vivendo um dia por vez


Quem ainda não sabe viver um dia por vez, eu recomendo que aprenda. 
É bom demais dosar as coisas e descobrir a beleza da vida.
O sol nasce para todos e com ele sempre nasce um novo dia. Vale lembrar que após a dor vem o alivio. O mundo pode fazer você sofrer, mas você pode fazer a diferença e selecionar o que quer no seu território.
A vida é bela demais para ficar se lamentando ou ficar chorando pelo mal que sofrera.
Não vale a pena chorar e ficar de braços cruzados,  tenha atitude e siga em frente.
Olhe para o que é belo e sinta o prazer de estar viva. Olhe para o céu e viaje entre as nuvens, toque na paz que tanto deseja e tome posse do seu Eu verdadeiro. Sinta a magia e o prazer de ter a oportunidade  de viver mais um dia.
Tenho visto que muitas pessoas entrega a Deus sua vida e em menos de segundos  toma-a de volta e é um erro. Se você acredita, a confiança deve ser plena. Não digo que não tenho medo de morrer, graças a Deus ainda não chegou minha hora, mas é algo que não tenho ansiedade e nem pressa.
E olha que já fui muito ansiosa e apressada para tudo, mas o universo me deu de presente a alegria de viver um dia por vez e o dom de esquecer tudo que já me fez mal.
Muitas coisas fizeram- me mudar, aprendi  saborear o nascimento de um novo dia, que vem com sol ou chuva, do jeito que vier já vem sorrindo para mim e eu não resisto, faço dos meus momentos só alegria.
Estou fascinada e cada vez mais apaixonada, em instantes chorei  de tanta felicidade, foram inúmeras bênçãos. Eu senti Deus olhando para mim estendeu sua mão e me pegou no colo. Compreendo a importância de se dar tempo para tudo, tempo generoso, cura as feridas e ainda te mostra um jardim lindo e maravilhoso a sua espera.
Vivendo um dia por vez e conhecendo outros caminhos, sentindo a harmonia da natureza que me acolhe com tanto carinho, eu vibro por estar de posse deste paraíso.
Vivendo um dia por vez, consegui enfrentar os obstáculos de cabeça erguida. Vigiando meu viver alegre constatei que tenho milhões de razões para seguir em frente e abraçar o tesouro encontrado... O dia surgiu e trouxe com ele a luz do sol irradiando meu ambiente, e eu da janela admirando a beleza desta estrela, fui tocada por ela, que dividiu comigo uma energia tão boa, me senti amarela como ouro e  forte como uma rocha.
Vivendo um dia por vez, encontro tantos anjos pelo caminho, amenizando o encontro com as pedras.
 Sou mais que vencedora.




Um tempo para mim

Um tempo de lutas e glórias. Desafiando cautelosamente os limites do corpo. Mente ativa não dá oportunidade para oficina do diabo. O inimigo achou que eu tinha desistido, espalhou para o mundo que conseguiu me derrotar.
Tentou me fazer prissioneira da solidão e dor.
Podem falar de mim o que quiserem, mas ninguém vai me impedir de receber minha vitoria.
Para a vergonha dele, estou aqui, as vezes não compreendo tudo que me aconteceu, mas sei que foi Deus que me escolheu e escreveu minha historia.
Não conseguiram apagar meus sonhos, pensam que estou sozinha, mas olha eu aqui, nos braços de Deus.
Um tempo para mim, precioso como perolas e diamantes. Deliciando-me em um reino onde a paz e a prosperidade está no comando.
O trabalho dignifica minha alma e me aventuro em um mundo vasto. Encaro os desafios com coragem e alegria.
Coisas novas estão surgindo e o mais engraçado, não tenho medo como em outrora.
Eu rio frente ao espelho porque não me reconheço, vejo os traços semelhantes em uma alma diferente.
Senhora de si, não está sozinha, mesmo o inimigo cantando vitoria, tenho certeza do melhor que Deus preparou para mim.
Olha eu aqui vivendo e saboreando o delicioso sabor que o amor me traz, e não vai ser qualquer tempestade que vai me derrubar.


segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

A lei da vida

Já é sabido que aqui se faz aqui se paga, e nada fica impune.
Tenho e tive o privilégio de pagar e receber pelos meus atos.
Se plantar o bem, a colheita pode demorar mais chega com abundância. Se plantar o mal tudo virá em maior quantidade e com velocidade máxima.
Tem coisas que acontecem e podem nos tornar uma pessoa melhor, mas dependendo da prole não aceitam ajustes... E o sofrimento continua consumindo a alma.
Há muitos anos cuido de vidas e é notável as diferenças, as vezes a doença é a mesma e a recuperação é diferenciada.
A lei da vida não é tão severa se você aproveitar as chances que ela dá. A resposta final muitas vezes temos tempo de escolher, morrer sem dor, ou morrer lentamente devorado por ela.
Dizem que quem é bom já nasce feito. Contudo ainda acredito em mudanças, as vezes tardia, vi muitos regenerando na hora que o último suspiro se aproximava, as vezes dava tempo de receber o perdão, mas não dava mais tempo de rescrever sua história.
A lei da vida te recompensa com inúmeras alegrias quando caminha do lado do bem, mas também sabe ser implacável quando percebe que se esvaiu todass as possibilidades.
Muitas vezes os inocentes pagam pelos culpados.
Senti o gosto amargo do fel, mas também já recebi meus troféus.
A lei da vida também sabe ser generosa, observadora não perde um detalhe.
Sempre ouvimos relatos decepcionados de pessoas que fizeram o bem e não lhe agradeceram por isso. Vi muitas coisas no decorrer do percurso, muitos exemplos comprovados.
Você deve fazer o bem sem olhar a quem. Provavelmente não será retribuído pelas mãos que você ajudou. E como a vida é cheia de surpresas, coisas boas acontecerão em sua vida e virão de lados nunca esperados.
A lei da vida surpreende trazendo vitórias  na hora exata, no momento mais preciso. Também traz as contas e as cobranças nas horas que os galos já cantavam vitória antes do tempo. Justiça tarda mas chega.
 A lei da vida é justa e age com muita cautela, chega tão de mansinho que no acerto de contas a alma chora, grita e paga o preço conforme está na
tabela.

,

domingo, 16 de fevereiro de 2014

Verdades ocultas

Em tudo que acontece e em qualquer situação todos os acontecimentos costumam ter dois lados e muitas versões.
Particularmente aprendi por ponto final. 
Não vejo sentido em se fazer de vitima ou posar de boazinha. Não sou santa e não tenho pretensão de ser.
Vejo que em muitos casos o silêncio é a melhor saída.
Recentemente fiquei sabendo de um fato e minha indignação foi imensa. Mas me ensinaram uma jogada de mestre e faço valer diariamente, a sabedoria, não devo dar o troco com as mesmas atitudes. Mas posso compartilhar o que não é segredo.
Um ser imaturo que vive pulando de galho em galho, em idade adulta ainda não se realizou em nada, não consegue ter firmeza nas relações pessoais e intelectuais, vai e volta em suas decisões, sempre se perde no caminho, faz muitos planos e nunca conclui nada.
 O que mais me deixa encabulada, é ouvir em alto e bom tom que primeiro EU. 
O desejo egoísta é realizado,se achou tão prepotente que foi mesmo o primeiro a apodrecer em um casulo solitário.
Demonstra um ser sábio e segue brincando com os sentimentos alheios.
Sentindo um ser vitorioso demonstrando superior e no seu intimo chora em silêncio pelo o fracasso. Diz que não ama ninguém, e assim segue pagando o preço.
Quem não sabe amar, dificilmente será amado, pensa que está enganando e está sendo enganado. 

A menina criou asas


Hoje ela está livre; estava navegando há um período de aproximadamente dois ou três anos (o tempo pouco importa como também pouco importa tudo quanto seja relativo) em uma canoa furada, cujo piloto não se encontrava preparado para lidar com o leme.
Como exemplo vivo de que o mal não dura para sempre, ela foi resgatada, praticamente prestes a dar seu último suspiro.
Mergulhada em uma depressão profunda, refém de um amor egoísta que a proibiu de trabalhar e anulou sua vida social, e não dava conta de sequer, prover o sustento da unidade conjugal.
Tudo era limitado, menos a soberba e a prepotência, alegava estar na bíblia que a mulher deve ser submissa, tudo para por óbvio justificar a soberba, o mando e o autoritarismo.
Fazendo uma análise sobre a vida humana é visto que o respeito é a base de tudo, estando em casa ou em outro lugar.
Além do machismo, algo que era notável a todo instante era o complexo de inferioridade, tem gente que tem juízo e jeito para resolver as coisas, mas há também aqueles seres que agem por impulso e perdem o controle de tudo, tanto no amor quanto na parte financeira.
Diferenças existem e não é impossível conviver com elas, mas há modos inaceitáveis. Não havia um lugar que o indivíduo não fazia escândalo. Ela ficava envergonhada, nada ficava livre dos escândalos dele. 
A menina uma pessoa simples, sempre cultivou a boa educação.
As coisas faltando em casa, ela que sempre trabalhou em um ritmo invejável, profissão nas mãos e muito prendada, mesmo quando não gostava de fazer alguma coisa, tomava como desafio e aprendia tomar gosto e seguia em frente.
Sofrendo em um desespero mudo, um dia ajoelhou e pediu a Deus solução. Ela não sabia como agir, mas queria mudança.
Todo dia ela chorava de tristeza, cortaram suas asas, seu sorriso insistia em viver.
Até que em uma bela tarde, colocou a cabeça no travesseiro e decidiu dar um jeito na vida.
Revoltou-se contra aquela situação, deu uma de "louca" e reagiu, expulsou o machão de sua vida e de sua casa, que era simples, mas era dela.
A menina hoje ouve muita crítica quanto sua possível conduta desastrada, que em razão de ciúmes ou outros arroubos e reações inesperadas, fruto de impulsos havidos por desmedidos - ledo engano, todavia - a menina sempre restou incompreendida!
Revendo o tempo de escuridão pelo qual passara, sofrendo na mão do machista, ela está muito consciente, ela jogou fora o que não servia para ela e só quebrou as coisas velhas. E as coisas velhas já passaram mesmo, tudo se fez novo.
A menina está de volta em seu habitat natural, onde reina a paz e a prosperidade.
A menina criou asas e voou livre como pássaro e dona de suas vontades. Fazendo do seu ninho cada vez mais aconchegante, de volta ao trabalho a felicidade é plena.
 Voando livremente e recusando sofrimento segue sua caminhada.
Há pouco tempo - após tantos eventos ruins, sobrevieram às mudanças substanciais e - lá no fim do túnel, a luz precursora da felicidade principiou a emergir. E a menina de um metro e meio - pequena no físico, mas enorme no coração e no espírito, se manteve firme como uma rocha.

E como sempre o mundo não para de girar e sem luta não há vitória.
Deus rapidamente veio ao seu encontro e disse: está proibida de chorar, só pode ser - se de alegria. Este ano você já entrou com o pé direito, seu pedido foi atendido, você queria um ano novo, vida nova...
Então compreendendo e aceitando o destino, a menina toma posse de suas asas cada vez mais ágeis e voa, voa no tempo de Deus.
Descobriu que é muito amada e retomou seu pacto com Jó, o dono da paciência.

Tudo se refez e acreditem a menina criou asas tão poderosas que acabou vivendo o milagre da superação.